Jornal O Debate

Informação com Credibilidade

Manchas escurecidas de acne

O processo inflamatório da acne, muitas vezes, pode danificar a pele. Durante o processo de cicatrização das espinhas, principalmente aquelas mais inflamadas e internas, podem surgir manchas devido à produção aumentada de melanina. Pacientes com pele mais escura, apresentam manchas marrons, acinzentadas, já os de pele mais clara, as manchas tornam-se mais avermelhadas. No meio médico esse quadro é conhecido também por hipercromia pós-inflamatória, mas ao contrário que todos pensam, é possível clareá-las. Entretanto, isto depende muito dos cuidados individuais.

Produtos com LHA, ácido salicílico e ácido glicólico diminuem as manchas. Esses ativos essenciais para quem tem pele oleosa e acneica. O ácido salicílico associado com LHA ajudam a afinar a pele, promovendo uma microesfoliação e renovação da camada superficial. Já o ácido glicólico, é uma substância que além de clarear, controla a produção excessiva de sebo e o reduz os poros dilatados. Incluir esses ativos em conjunto na rotina de skincare otimiza o tratamento de manchas e ainda previne o surgimento da acne.

Além disso, não esqueça que o uso de protetor solar diariamente também auxilia no clareamento da pele!

Blog.

Muito comum em quem tem pele oleosa, a acne está presente na vida de muitas pessoas, pois trata-se de um acumulo de sebo e restos de células que obstruem os poros. Durante o processo de cicatrização das espinhas, principalmente aquelas mais inflamadas e internas, podem surgir manchas devido à produção aumentada de melanina. Pacientes com pele mais escura, apresentam manchas marrons, acinzentadas, já os de pele mais clara, as manchas tornam-se mais avermelhadas.