Jornal O Debate

Informação com Credibilidade

São-manuelense Camilo Solano, genialidade no universo das HQs

Camilo foi convidado por Maurício de Souza para escrever e desenhar a sua versão sobre o personagem Cascão

O são-manuelense Camilo Solano é autor de diversas HQs independentes, como Inspiração – Deixa entrar sol nesse porão (com duas indicações ao Troféu HQMIX), Onde eu tavo?, Captar, ao lado de Thobias Daneluz, (também indicada ao HQMix), Desengano, cujo prefácio foi escrito por Robert Crumb, Solzinho e Badida, uma parceria com o irmão, Aldo Solano. Em 2017, lançou Semilunar (Balão Editorial). Pela Veneta, lançou O Fio do Vento (2019).

Camilo iria lançar uma nova HQ Cascão – Temporal”, no final de março, mas devido a pandemia de Coronavírus, o lançamento teve que ser cancelado. Camilo foi convidado por Maurício de Souza para escrever e desenhar a sua versão sobre o personagem Cascão.

“Eu fui convidado para escrever e desenhar a minha versão do Cascão. Contar uma história com o meu estilo de escrita e desenho. E foi onde surgiu a HQ Cascão – Temporal”, conta o cartunista.

Por coincidência, o tio do Cascão no HQ se chamava Gerson, como o pai de Camilo. Seria mera coincidência ou o escritor queria homenagear seu pai? Segundo Camilo, o Tio Gerson realmente existe no universo do Mauricio de Sousa. “Depois que fui convidado a produzir a história, eu fui pesquisar mais sobre a história do Cascão, as curiosidades e tudo que poderia me ajudar na hora de elaborar um roteiro. E então eu encontrei uma história em que o Cascão encontrava o Tio Gerson, que era um tio que dava uns presentes estranhos para ele. Essa foi a única vez que esse tio apareceu nos quadrinhos. Quando descobri esse personagem e vi que tinha o mesmo nome do meu pai, foi onde me veio a inspiração para começar a criar uma história usando esse personagem. Minhas outras histórias em quadrinhos sempre tem um tom biográfico, por menor que seja, então encontrar o Tio Gerson na vida do Cascão, foi o que precisou para encontrar a linha narrativa que seguiria”, conta.

Cascão – Temporal já está nas bancas e livrarias. Mas elas estão fechadas por conta do Covid-19 e assim devem ficar para a segurança de todos, então a maneira mais fácil de conseguir um exemplar é online.

Nessa semana, Camilo postou no seu Instagram uma ilustração que chamou a atenção de muitas pessoas, principalmente de São Manuel. “Aquela ilustração do Badida surgiu quando conversava com o Neto Nítolo e estávamos preocupados com o crescente número de casos suspeitos de Coronavírus em São Manuel. E que nesse momento, o mais importante é que a população fique em casa para se proteger e para cuidar de quem a gente ama. Daí fiquei pensando em um desenho para fazer para alertar a população de alguma maneira. No mesmo dia, eu liguei para o Badida, para ver como ele estava e como estava a família dele. Ele me falou que não aguentava mais ficar em casa, mas que não podia sair ainda. E estava torcendo para que passasse logo. Foi aí que me veio a ideia de desenhá-lo”.