Jornal O Debate

Informação com Credibilidade

Química Solidária: estudantes da ETEC de São Manuel produzem 100 quilos de álcool gel

Iniciativas de produção de álcool gel em instituições de ensino para distribuição gratuita se multiplicam pelo país. No Estado de São Paulo, são os estudantes do curso Técnico em Química da Escola Técnica Estadual (Etec) Dona Sebastiana de Barros, de São Manuel, que estão à frente de uma ação que já produziu 100 Kg de álcool gel 70% para serem distribuídos a entidades assistenciais.

O professor Daner Aparecido de Farias, coordenador do curso, relata que o diretor da Etec, Valter Fontes Cardoso, atendeu a uma solicitação do presidente do abrigo para idosos “Pousada da Colina”, João Grava Junior, que forneceu parte do álcool líquido necessário para viabilizar a produção na escola.

Os alunos participantes, do segundo e do quarto módulos do curso, atualmente estão em período de recesso de aulas. Todos foram convidados via WhatsApp e prontamente aceitaram participar em caráter voluntário. De acordo com o professor, alguns dos estudantes já atuam na área química, em segmentos como biocombustíveis, produção de peças em fibra de vidro, transformação de madeira, indústria de tintas e outros fazem estágio no laboratório de análises mantidos pela Faculdade de Agronomia da Unesp de Botucatu.

Pousada da Colina e voluntários que combatem o câncer beneficiados
De acordo com informações trazidas pelo Conselho Regional de Química da 4ª Região (CRQ IV), o processo produtivo durou cerca de três horas e foi realizado no dia 2 de abril. Já no dia seguinte, as embalagens com o álcool em gel foram entregues.

Além da Pousada da Colina, que abriga cerca de 50 idosos, também recebeu o produto um grupo de voluntários de São Manuel que auxilia portadores de câncer e suas famílias, fornecendo alimentos e produtos de higiene.

“Foi uma parceria que envolveu empresas, a escola e as instituições filantrópicas. As empresas, que atuam na área de saneantes e pertencem a ex-alunos da Etec, forneceram as embalagens e os rótulos, enquanto a escola disponibilizou as instalações, arcou com os reagentes e parte do álcool líquido, e as instituições conseguiram, através de doações, o restante do álcool utilizado”, explica o docente. Ele avalia que o suprimento destinado à Pousada da Colina deverá atender à demanda da entidade por aproximadamente 60 dias.

Fonte: Conselho Federal de Química.