Jornal O Debate

Informação com Credibilidade

Usina São Manoel e OAB – Subsecção de São Manuel dizem não à violência contra a mulher

Respeito, Igualdade e Integridade norteiam as práticas da Usina São Manoel e consequente valorização dos Direitos Humanos

A violência contra mulheres, constitui-se em uma das principais formas de violação dos seus direitos humanos, atingindo-as em seus direitos à vida, à saúde e à integridade física.

Respeito, Igualdade e Integridade norteiam as práticas da Usina São Manoel e consequente valorização dos Direitos Humanos, já expressos em seu Código de Conduta Empresarial.

Reforçando tais conceitos internalizados na empresa e tendo em vista os números alarmantes divulgados na mídia sobre a violência praticada contra as mulheres, a Usina São Manoel teve a iniciativa, cumprindo também seu papel social, de sensibilizar seus colaboradores acerca desse assunto, levando conhecimento e oportunizando a reflexão, visando uma qualidade de vida melhor. Assim, efetivou parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil – 146ª Subsecção de São Manuel, que prontamente abraçou a causa, envolvendo as advogadas coordenadoras das Comissões Mulher Advogada e OAB vai à Escola, respectivamente Dras. Edilaine Rodrigues de Góis Tedeschi e Taina Vieira Pascoto Ieches, bem como outros 15 advogados empenhados em levar o conhecimento técnico, de forma clara, em um ciclo de 26 palestras que abrangesse os colaboradores da usina. No total, foram atingidas cerca de 1.400 (um mil e quatrocentas) pessoas, durante quase duas semanas.

A realização desta Ação Social tratou dos tipos de violências praticados contra a mulher, seus direitos, amparo legal e a rede de atuação e acolhimento existente na comunidade e seu entorno, ressaltando sobre a Lei Maria da Penha (Lei no 13.104/15), que trata de forma efetiva sobre a violência doméstica e familiar.

Para as colaboradoras, os encontros garantiram maior entendimento e a certeza que estão amparadas pela Lei, enquanto que para os colaboradores, houve um maior esclarecimento sobre as formas de violência contra a mulher, revelando diversos dados principalmente sobre o feminicídio.

Como veículo de disseminação das informações, os colaboradores receberam um folder contendo informações e os principais órgãos de pronto atendimento, na ocorrência de situações de violência, conforme segue:

– Guarda Municipal – Telefone: 199
– Polícia Militar- Telefone: 190
– Patrulha Maria da Penha/São Manuel – Telefone: 99900-0977 (pra quem já tem a Medida Protetiva), de segunda a sexta feira, das 8 às 18 horas.
– OAB-Casa da Advocacia e Cidadania – Telefone: 3841- 1889 – Av. Irmãs Cintra, 1255- São Manuel.
– Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher – Telefone: 3841-6383- Av. José Horácio Mellão, 19- São Manuel.
– Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 – serviço atualmente oferecido pela Ouvidoria nacional dos Direitos Humanos do Ministério dos Direitos humanos. (Ligação gratuita e confidencial 24 horas por dia).

Coibir, punir e erradicar todas as formas de violência devem ser preceitos fundamentais de um país que preze por uma sociedade justa e igualitária entre mulheres e homens.

Usina São Manoel e OAB Subsecção de São Manuel, juntas no enfrentamento à violência contra a mulher!