Jornal O Debate

Informação com Credibilidade

Quando devo examinar minhas pintas?

Você sabia que existem pintas que podem apresentar risco para nossa saúde? Nem sempre são inofensivas, pois podem ser um sinal de câncer de pele, como o melanoma. Geralmente, pintas irregulares, cores variáveis, muito grandes (maior que 0,6 mm) ou com bordas assimétricas podem ser suspeitas, mas nem sempre é possível fazer o diagnóstico a olho nu. Apenas o dermatologista é capaz de identificar uma pinta com maior risco de melanoma após exame físico com o dermatoscópio, aparelho em formato de lupa que permite visualizar os nevos ampliados em 10 a 20 vezes.

Para prevenir, é importante fazer a dermatoscopia dos nevos no mínimo 1 vez ao ano com o dermatologista e usar fotoproteção diariamente. Alguns casos devem ter atenção redobrada, avaliar as pintas a cada pelo menos 6 meses, caso você apresente: pele e olhos claros; histórico pessoal ou familiar de câncer de pele e/ou melanoma; mais de 100 nevos espalhados pelo corpo; sardas; sensibilidade ao sol: queima-se facialmente e não se bronzeia. Fique atento e procure se consultar regularmente com o especialista: o seu dermatologista!