Jornal O Debate

Informação com Credibilidade

O ano de 2020, no Brasil, começou com certa insegurança por conta de diversas tragédias tanto externas quanto internas. No começo de janeiro, já tivemos ameaças e efetivos ataques entre EUA e Irã e o novo vírus oriundo da China que está assustando todo o mundo. Internamente, no entanto, o povo brasileiro tem sofrido com chuvas torrenciais aliadas às falta de estrutura de muitas cidades, o que já causou diversas mortes. Além disso, também enfrentamos problemas com a água potável no Rio de Janeiro.

O povo, no entanto, pareceu mais preocupado com as duas primeiras tragédias citadas do que com os problemas que assombram seus compatriotas. Por mais que ostentemos uma fama mundial por sermos hospitaleiros, felizes e unidos, mostramo-nos cada vez mais apáticos com os problemas realmente próximos e que podemos efetivamente cobrar e fazer algo para mudar. Nós só conseguimos sentir empatia por aquilo que podemos sentir na pele, como o risco de uma possível pandemia e o medo de uma guerra nuclear que nos atinja. Pouco fazemos, no entanto, pelos brasileiros de outros estados que precisam de nossas vozes também.

Precisamos de mais pessoas que olhem com empatia para o próximo e que o ajude enuinamente, sem cobrar nada em troca. Parece utópico, mas nós do PdA acreditamos que pequenas ações influenciam a vida de muita gente. Por isso, desejamos que nós possamos fazer a nossa parte por um país melhor e, quem sabe, de irmão em irmão, nós ajudemos o mundo.