Jornal O Debate

Informação com Credibilidade

OS ASTROS NO FINAL DO ANO

O ano de 2019 foi intenso e tenso (até certo ponto), pois tivemos a retrogradação de vários astros e ainda muitos aspectos desafiadores. Mas e na reta final: vai dar para terminar bem o ano? Os astros estão ajudando? A resposta é sempre sim, afinal a energia astrológica existe para se fazer bom proveito.

Para ajudar você nesta reta final, seguem algumas dicas no campo do amor, das finanças e da profissão. Para adiantar: o trânsito dos planetas nos signos e os aspectos que eles fazem entre si –além de um eclipse parcial– dão o tom deste final de dezembro. No amor, energia tende a estar livre a partir do dia 20 de dezembro, quando Vênus entra em Aquário. Esse trânsito possibilitará relacionamentos com maior liberdade e também encontrar alguém especial dentre os amigos.

No dia 21 de dezembro, a Lua faz uma quadratura (um aspecto desafiador) com Vênus. Então, é importante ter calma e exercer a paciência. É possível que aparente que a relação não dará certo, mas é para que você analise os seus sentimentos antes de tudo.

Já nos dias 23 e 28 de dezembro, os astros dão uma iluminada principalmente em quem está sozinho.

Já no campo das finanças é um ótimo momento para realizar um balanço e pontuar as metas para 2020. Isso porque Júpiter entrou em Capricórnio no começo do mês, abandonando o lado livre de Sagitário e focando no planejamento e trabalho. Saturno e Plutão também estão no signo de Terra cardinal há anos. E o Sol começa a andar por Capricórnio a partir do dia 22. A energia capricorniana está forte”.

Só cuidado com o excesso de rigor nas contas, final de ano e Natal pedem generosidade (sem exagero, claro!). Ainda mais que no dia 29, Mercúrio entra nessa festa capricorniana, economizando, inclusive, na comunicação.

Além disso, no dia 26 de dezembro de 2019, teremos um eclipse parcial, que é um evento astrológico poderoso e repercute por até seis meses. Como ocorrerá em Capricórnio, algumas reflexões podem surgir como: velhos apegos; possibilidade de um novo percurso profissional; conectar-se com a verdadeira vocação; e descobrir o significado (pessoal) do sucesso.