CAMPANHA DA PSORÍASE

Em outubro é realizada a Campanha Nacional de Conscientização da Psoríase, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Doença que atinge 5 milhões de brasileiros, é cíclica e não contagiosa. Apresentam sintomas que aparecem e reaparecem periodicamente. Pode estar relacionada ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e à suscetibilidade genética. Para manter uma boa qualidade de vida, o tratamento correto é essencial. Nos casos leves: hidratar a pele, aplicar medicamentos tópicos nas lesões e exposição diária ao sol no tempo e horário adequado. Com essas medidas haverá a melhora do quadro clínico. Em casos moderados, sem controle com as medidas já citadas, faz-se necessário o tratamento com fototerapia ou medicações sistêmicas, além acompanhamento médico com exames frequentes. A fototerapia é um excelente tratamento, porém 60% dos equipamentos estão
concentrados nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, o difícil acesso ainda é limitante para o controle da doença para a maioria da população.
Nos casos mais graves e sem resposta às outras terapias, podemos contar com os imunobiológicos, os quais controlam a doença por meio de proteínas de seres vivos obtidos por engenharia genética, remédios
de alto custo para o governo. Nos próximos meses, o SUS disponibilizará quatro dessas medicações: adalimumabe, ustequinumabe, secuquinumabe,
etanercepte. O tratamento só pode ser realizado pelo dermatologista, nunca suspenda o tratamento sem que o médico autorize, para não haver a piora do quadro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *