CNBN uma empresa promissora com produtos de qualidade

Além de seu tradicional Chopp Belco, a empresa produz mais três marcas próprias de cervejas e terceiriza seu parque fabril para envase

A CNBN – Companhia Nacional de Bebidas Nobres, foi fundada em 1.983 na cidade de Botucatu. Na época levava o nome da marca de seu Chopp, Belco, seu produto pioneiro, que originalmente era comercializado em barris de madeira, embalagem ainda utilizada naquele tempo. Após dois anos de sua fundação, a empresa começou a produzir e a envasar cerveja pilsen em garrafas de 600 ml, com o mesmo nome de sua marca já conhecida. A princípio cerveja Belco era comercializada em pequenos volumes, apenas nos municípios próximos à fábrica.

No início da década de 1.990, a empresa foi transferida para São Manuel, onde construiu instalações maiores, mais modernas e sobre o maior manancial do mundo, o Aquífero Guarani, e assim conseguindo expandir sua capacidade em relação à antiga fábrica.

A CNBN tem como principal idealizador e fundador o Sr. Natal Schincariol, cuja família está no ramo desde o início do século passado, mantendo a tradição familiar passando os rumos da empresa para filhos e netos, assim como toda a experiência de vida, entusiasmo pelos negócios e as técnicas de fabricação que o ramo exige.

Hoje a CNBN possui, além do tradicional Chopp Belco, mais três marcas próprias, a tradicional Nobre Belco, uma cerveja clara, brilhante e marcante por sua suavidade; Mãe Preta, cerveja escura, encorpada, com amargor moderado, médio teor alcóolico e acentuado sabor de malte torrado; e a mais nova da família, a Tauber Gold, uma Lager dourada, diferenciada, com sabor marcante e encorpada, fabricada com lúpulos alemães, o que a torna uma cerveja brasileira com gostinho da Alemanha.

Com o foco sempre voltado para o empreendedorismo e seriedade em suas atividades, a CNBN oferece também serviço de terceirização de seu parque fabril, para empresas que buscam um parceiro para envase, sejam empresas regionais, nacionais ou internacionais. Suas linhas de produção destinadas a terceirização atuam em parceria com grandes marcas, adequando-se a resultados específicos de cada produto. Sua capacidade de produção instalada é de 5 milhões de hectolitros ano de cervejas tipo pilsen, especiais e chopp. Além de 2 milhões de hectolitros anos para refrigerantes de diversos sabores, sucos, águas minerais e energéticos.

Através da terceirização, no início deste ano a Companhia Brasileira de Bebidas Premium, detentora da marca Cervejas Proibida, concedeu a CNBN o 1o lugar em Performance Geral de Qualidade do ano de 2018. Esta é uma premiação realizada pela empresa entre as cervejarias parceiras em produção e envase de seu produto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *