Edição 597_revista de 15/06/2018

Dupla são-manuelense é a que mais vendeu discos no Brasil

Tonico e Tinoco superaram Roberto Carlos, Nelson Gonçalves e Rita Lee.

“Moreninha linda do meu bem querer, é triste a saudade longe de você...”. Como dezenas de outras canções, Moreninha Linda é uma melodia eternizada pela dupla sertaneja são-manuelense Tonico e Tinoco, 1ª colocada no ranking dos 10 artistas que mais venderam discos no Brasil.

Sempre com um sorriso estampado no rosto e um jeito singular de se comunicar com o público, João Salvador Perez, Tonico, e José Salvador Perez, Tinoco, aos poucos conquistaram o carinho dos brasileiros.

Suas canções descreviam sentimentos e a vida do homem do campo de forma simples e singular. Motivos esses que fizeram com que recebessem o apelido de “Dupla Coração do Brasil”.

Durante a carreira, Tonico e Tinoco foram responsáveis por quase 1.000 gravações, divididas em 83 discos e mais de 35 mil apresentações por todo o país. Seus álbuns alcançaram mais de 150 milhões de cópias vendidas, o que os deixa à frente de ícones como Roberto Carlos, com 120 milhões, Nelson Gonçalves, com 75 milhões e Rita Lee com 55 milhões de discos vendidos.

Segundo o site especializado em música Vagalume, em um balanço feito em agosto deste ano, as músicas mais ouvidas da dupla são “O Sanfoneiro só tocava isso”, tema da novela “Êta Mundo Bom”, “Couro de Boi”, “Tristeza do Jeca”, “Saudade da Minha Terra” e “Chico Mineiro”.

O último CD de Tonico e Tinoco foi gravado em 1994, pela Polygram (hoje Universal Music), e contou com a participação de Chitãozinho e Xororó e Sandy e Júnior. O último show da dupla aconteceu em Juína-MT, em 07 de agosto de 1994.

Uma semana depois, após uma queda acidental na escada do prédio onde morava no bairro da Moóca, um traumatismo craniano fez com que João Salvador Pérez, o Tonico, viesse a falecer, aos 77 anos.

Apesar da saudade e da dor, Tinoco foi obrigado a continuar a carreira, pois antes do irmão falecer a dupla já havia se comprometido com outras apresentações.  No dia 4 de maio de 2012 a viola parou de tocar, e Tinoco, aos 91 anos, veio a falecer. 

A dupla são-manuelense deixou muito mais que saudade no coração dos brasileiros!

Central São-manuelense de Comunicação – Jornal O Debate, Rua Cel. Rodrigues Simões, 69
Centro – São Manuel – SP, Telefones (14) 3842.3637 / 3841-4459 – contato
Desenvolvimento e Hospedagem: TeraQualy