Por Gildo Sanches – MTB 35.907 blocodenotas@odebateregional.com.br blogdogildo.blogspot.com

Edição 439 de 22/11/2013

MENSALÃO

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), desafiou o Supremo Tribunal Federal (STF) e convocou reunião da Mesa Diretora para levar ao plenário a decisão sobre a cassação do mandato do deputado José Genoino (PT-SP), preso desde sexta-feira, 15, por sua condenação no processo do mensalão. O STF havia decidido que a Câmara deveria apenas decretar a perda de mandato dos condenados, mas o comunicado oficial da Corte não trouxe a ordem expressa e o tema será debatido novamente pelo tribunal.

 

MESA DA CÂMARA

Apesar da convocação de Alves, é preciso que a maioria da Mesa Diretora vote a favor da proposta para que o processo seja iniciado. Para deputados do PT, a medida poderia ser tomada apenas após o julgamento dos embargos infringentes.

 

APOSENTADORIA

Genoíno, que está em licença médica por ter se submetido a uma cirurgia cardíaca, requereu aposentadoria por invalidez em setembro. Se concedida, o processo será encerrado.

 

EMERGÊNCIA

O deputado federal licenciado José Genoíno (PT-SP), preso pela condenação no julgamento do mensalão, passou mal por volta das 13h30 de quinta-feira, 21, e foi levado do Complexo Penitenciário da Papuda para o Hospital das Forças Armadas de Brasília. A assessoria do deputado não soube informar se ele teve mal súbito ou se teve um princípio de infarto. Seu advogado, Luiz Fernando Pacheco, havia dito que o petista teria sofrido um princípio de infarto, mas a informação não foi confirmada até o momento do fechamento desta coluna.

 

PIZZOLATO

O Ministério da Justiça da Itália informou na quinta-feira, 21, que só vai analisar a extradição do ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato depois que ele for preso e o governo brasileiro fizer esse pedido. É a primeira vez que o governo italiano se manifesta oficialmente sobre o caso. O ministério disse ainda que não tem informações sobre o paradeiro de Pizzolato, e que não sabe nem mesmo se ele está na Itália, como dizem as informações aqui no Brasil.

 

RETROCESSO

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara, presidida por Marco Feliciano (PSC-SP), aprovou projetos suspendendo a resolução do CNJ que autoriza cartórios a realizar casamentos de homossexuais e marcando plebiscito sobre o tema. Os projetos vão a outras comissões e ao plenário. Foi rejeitada proposta que dá a companheiros de homossexuais direito a receber pensão do INSS.

 

CONCURSO

A Polícia Federal liberou edital contendo 566 vagas e formação de cadastro reserva na área administrativa. Do total de chances, 5% são para pessoas com deficiência. Com organização do Cespe/UnB, a seleção abre o período de participação às 10h do dia 1º de dezembro e mantém as inscrições vigentes até 23 de dezembro, inclusive para pedidos de isenção, restritos a candidatos listados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e membros de famílias de baixa renda. Veja outros detalhes, inclusive remunerações a serem pagas em cada categoria, no Jornal dos Concursos, disponível nas bancas da cidade.

 

RECADO FINAL: “Muito do que lhe foi ensinado já foi, um dia, a visão radical de indivíduos que tiveram a coragem de acreditar que o que sua mente e coração diziam era verdadeiro, ao invés de aceitar as crenças comuns de sua época” - (Ching Ning Chu)

Central São-manuelense de Comunicação – Jornal O Debate, Rua Cel. Rodrigues Simões, 69
Centro – São Manuel – SP, Telefones (14) 3842.3637 / 3841-4459 – contato
Desenvolvimento e Hospedagem: TeraQualy